Pessoas sub-estimadas

Interessante pensar que, talvez, os melhores profissionais do mundo não tiveram, e, para os ainda vivos, talvez nunca terão possibilidade de atuar em sua área.

Em minha empresa existe uma moça trabalhando na montagem de componentes eletrônicos. Aquele é o emprego que ela conseguiu arrumar. Mas, conversando com ela, percebi que aquilo não a despertava nem um pouco o interesse. O sonho dela era ser professora de Biologia.

Na minha escola, tive uma péssima professora de Biologia, não aprendi quase nada, apenas decorei o que para mim era “um monte de nomes feios” para poder fazer a prova, e depois esqueci tudo, como acontece com qualquer “decoreba”. Muito provavelmente, minha professora tinha outros sonhos, ela não queria estar ali. A má atuação de um profissional em seu trabalho demonstra que não era aquilo que ele gostaria de estar fazendo. A seguinte frase é atribuída a vários autores, de Confúsio a Alá, eu não sei quem é o verdadeiro autor, mas o que quero passar é a informação:

“Trabalhe naquilo que gosta, e não trabalhará um dia sequer em sua vida”

O exemplo que citei é apenas um dos muitos exemplos reais. Estendendo o exemplo, hipotéticamente: enquanto a mulher cujo sonho é ser professora está montando componentes eletrônicos, a mulher cujo sonho é ser atriz está dando aula, e a mulher cujo sonho é montar componentes eletrônicos está atuando como atriz.

E não é nenhum exagero esse exemplo, não pense que por que seu sonho é ser ator/atriz todos os atores e atrizes estão felizes em suas profissões.

Algo que deveria ser extremamente bem divulgado, e aplicado a todo aluno recém formado, é o teste vocacional. Quantas pessoas sequer sabem que existe algo chamado “teste vocacional”? As pessoas terminam o segundo grau e (a grande maioria) sai em busca de “qualquer coisa que dê dinheiro”, com a falsa idéia de que a profissão não é algo para se viver, mas apenas para lhe sustentar.

Isso foi só um pequeno comentário sobre o grande assunto. Talvez eu escreva um livro sobre isso qualquer dia. Pena que, quase sempre, quem realmente precisa ler está ocupado em outras coisas, mas aos poucos acho que qualquer boa informação, se bem passada, vai se propagando através de outros meios, e um dia atingem seu devido alvo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s