Somos nós

Seres humanos,
pessoas normais.

Que ajudam um ao outro,
que tiram sarro um do outro ,
que salvam a vida um do outro,
que matam um ao outro.

Somos nós,
seres humanos,
e pessoas normais.

Com expressões de euforia,
com  expressões de paixão,
com devaneios.

Que não tem o que falar,
que ficamos orgulhosos depois vergonhosos,
por escrever um texto sobre a emoção.

Somos nós,
seres humanos.

Que nos matamos de estudar e trabalhar,
e que nos arrependemos no último segundo de vida,
ou que morremos com um sorriso no rosto,
por ter feito a coisa certa,
no curtíssimo tempo de vida que se tem.

Somos nós que ficamos refletindo tudo que já foi refletido,
escrevendo com outras palavras tudo que já foi escrito,
vivendo a mesma vida a milênios, e achando que estamos evoluindo.

Buscando novidades,
e descobrindo que as novidades de hoje, na verdade,
são o passado, que foi esquecido,
e que estamos reinventando agora.

Somos nós, amigos humanos,
os únicos que matam sem ter fome,
e que conseguem refletir sobre matar ou ter fome.

Somos os autores do mundo,
e somos nós mesmos a nos condenar,
autores do próprio apocalipse.

Criadores e destruidores,
e os únicos que podem refletir sobre isso.

Os únicos que falam por falar,
que escrevem por escrever,
os que precisam se expressar.

Os que entendem o que é lei,
e que não entendem nada sobre leis.

Quem não faz sentido,
e não necessita fazê-lo,
e não necessita aparecer,
e não procura ser procurado.

Sou eu, ser humano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s